Análise residencial

Visitei uma residência ainda em obra com o intuito de harmonizá-la para a chegada dos novos moradores. Na pré-análise feita no local, verifiquei uma energia negativa no centro da casa. Questionei à proprietária se ela sabia o que existia ali anteriormente, pois eu não via nada aparentemente que justificasse tal energia. E ela me disse que ali existia um banheiro, mas que eles haviam retirado para aumentar o hall de entrada. Comuniquei então o benefício de tal modificação, pois banheiro ao centro de uma casa significa problemas de saúde e principalmente com os fluídos do corpo, e provavelmente derrame. Ela confirmou ter sido essa a causa da morte do antigo proprietário.

Ainda nessa visita, constatei uma energia negativa de um objeto no jardim, era uma miniatura de um canhão e a energia negativa se concentrava na réplica das balas que ficavam aos pés do canhão. Sugeri a retirada, já que aquele objeto era do antigo proprietário e não possuía nenhum valor sentimental para os atuais proprietários.

Na análise mais detalhada, feita no escritório, constatei uma energia de esgoto à frente do terreno, perto da entrada da casa. Não me recordava de ter visto algo estranho na entrada, como caixa de inspeção, nem mesmo me lembrava de ter sentido algum odor estranho. Revelando o resultado da análise para os clientes, eles me confirmaram a existência de uma fossa séptica bem no local indicado, e o grande diferencial era que esta fossa vinha dando problema recorrente de vazamento, exigindo grande esforço dos moradores para sanar o problema.

Pergunto-me: quão prejudicial é uma fossa séptica localizada na entrada de uma casa?

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial